Jair Bolsonaro é o líder de um movimento agressivo que coloca o país em um processo de autodestruição (e que tem o apoio de milhões de brasileiros)

Talvez a entrevista de Jair Bolsonaro no Jornal Nacional que aconteceu na terça-feira tenha sido a terceira ou quarta vez que eu me dispus a assistir e tentar entender, digamos assim, esse fenômeno que conseguiu encantar tantos eleitores que hoje já o defendem ferrenhamente. Nas minhas outras tentativas de compreensão, que foi, se não me engano, na sabatina do Roda Viva, na sabatina da Globo News e no debate da Rede TV, o que eu vi foi uma repetição das mesmas barbáries já presentes no histórico do candidato.

No Jornal Nacional, não me pareceu diferente. Jair Bolsonaro parece ter ido à entrevista com William Bonner e Renata Vasconcellos predisposto a fazer o que ele sempre faz: confrontar os jornalistas, constrangê-los e causar um mal estar. Várias perguntas foram repetidas das outras sabatinas, mesmo que dessa vez com uma abordagem mais incisiva, e Bolsonaro respondeu novamente da mesma forma que ele o faz, de forma simplória, mas de um jeito que o seu eleitor parece gostar de ouvir.

Quando questionado sobre sua relação com Paulo Guedes, economista já escolhido por ele para o Ministério da Fazenda caso vença a eleição, Bolsonaro, que já declarou não entender nada de economia, vem com uma analogia ou metáfora tosca sobre o casamento, dizendo que ele não tem outra opção para o cargo caso Guedes saia do posto antes do fim do mandato. 

Renata Vasconcellos na verdade é subordinada de William Bonner e tem menos tempo de casa que ele.

Novamente questionado sobre a desigualdade salarial de gênero, Bolsonaro age de forma a reafirmar a sua fala em outros momentos de que sim, mulheres devem ganhar menos do que homens. Bolsonaro partiu para quase uma agressão passiva com o claro intuito de constranger Renata Vasconcellos ao perguntá-la se ela recebe o mesmo salário que William Bonner. Renata deu uma réplica dizendo que nunca aceitaria receber menos que um homem exercendo as mesmas atividades que ele e possuindo as mesmas qualificações. O ataque de Bolsonaro é infundável, pois Renata Vasconcellos na verdade é subordinada de William Bonner e tem menos tempo de casa que ele, então a questão salarial não faz sentido no contexto da igualdade, pois a remuneração dos jornalistas está dentro de um plano de cargos e salários da Rede Globo.

Na mesma leva, Bolsonaro diz que a Rede Globo recebe bilhões de reais do Governo Federal provenientes de publicidade, dando a entender que o povo é quem paga os salários dos jornalistas, o que é de uma ignorância absurda e de um mau caráter que eu sequer consigo conceber o quanto fiquei chocado. Como disse Vera Magalhães na Rádio Jovem Pan, todos os veículos de comunicação vivem de renda de publicidade, pública e privada, e mesmo os anúncios do Governo na Rede Globo não correspondem a maioria da arrecadação da emissora. 

Seguiu-se várias perguntas, sobre segurança pública, sobre direitos trabalhistas, sobre a homofobia, enfim. Bolsonaro não conseguiu apresentar nada de novo, apenas reprisou as mesmas frases de efeito que seus seguidores propagam e que ele próprio já falou em outras oportunidades. A entrevista inteira parece ter sido uma homenagem ao grande grupo da extrema-direita.

Jair Bolsonaro durante toda a entrevista disse aquilo que os seus seguidores querem ouvir. Aparentemente o candidato abriu mão de conquistar um novo público para fanatizar e fidelizar seus eleitores atuais e aposta nessa porcentagem para chegar ao segundo turno. Quem já está convicto em votar nele, vibrou com as investidas, com a cutucada no divórcio do Bonner, na tentativa de constranger Renata e novamente falando sobre o apoio de Roberto Marinho ao Golpe Militar de 64.

Muito embate e poucas ideias. Jair Bolsonaro faz qualquer entrevista parecer uma batalha de ataques pessoais. Não tem conhecimento de economia, de saúde pública, de causas sociais e quer tratar o problema da segurança distribuindo armas para a população. O grande apoio que esse homem recebe vem daqueles que querem, mesmo que de forma inconsciente, destruir o Brasil.

Ilustração de capa: Arin Fishkin.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Formado em Engenharia Civil e graduando em Administração de Empresas, sou ótimo com números, mas também tenho afinidade com palavras.

14 respostas para ‘Os que querem destruir o Brasil

  1. Bolsonaro presidente!
    A simles e clara razão formam os vencedores neste debate! Reporteres fracos apesar da posição que ocupam.
    Perderam tempo do entrevistado fazendo ilações sem base e sim o Bolsonaro enfiou um abacaxi bem grande no rabo deles!

    Curtir

  2. HERNANDES vc resolveu publicar esse texto totalmente direcionado a desmoralizar o Bolsonaro e aqui nos comentários vc vem dizer que não é inimigo das pessoas que estão apostando no único candidado que fala o que realmente pensa?
    Vc fala que nao é PT, mas acho que vc nao percebeu que o Brasil esta divido em esquerda e direita. A esquerda esta praticamente representada pelo PT. Não precisa ser afiliado no partido pra ser um petista, basta olhar e comparar as suas ideias e atitudes.
    Vc fala que Lula nao é seu candidato, mas se vc votar no Bolus é o mesmo que votar no Lula, ou melhor, se votar na Marina, Alckmin, Ciro… são candidatos que ja negociaram todo o mandato, são pessoas com o rabo preso.
    Da na mesma.
    Eu acredito que a grande maioria dos eleitores do Bolsonaro, apostam nele pq ele vai contra todo esse sistema ( e esse sistema faliu o Brasil vc concorda?)

    O Brasil nos últimos anos teve 2 presidentes que nao entendem @#!# nenhuma de economia e so porque o Bolsonaro teve uma atitude humilde em assumir que nao entende de economia, mas pra compensar foi atras de um excelente economista pra ser seu Ministro, pessoas como vc acham isso um motivo pra desqualifica-lo.
    Nas proximas eleições, vamos votar em um candidato que seja formando em: Economia, medicina, direito, sociologia, pedagogia, artes cenicas, psicologia, engenharia… Ta bom pra vc HERNANDES ?

    Vc esta equivocado em dizer que o Bolsonaro falou no Jornal o que o eleitor quer ouvir, pois vc esta distorcendo as coisas, fazendo parecer que o cara só quer o poder. Sugiro a vc dar uma olhada no Youtube e assistir aos pronunciamentos do Bolsonaro de 2,3,4,5 ou ate 10 anos atras e verás que é o mesmo discurso.
    Em resumo: autenticidade.

    Se vc não consegue enxergar no Bolsonaro uma pessoa de carater, humilde, e que trás consigo uma vontade de mudar o rumo do Brasil, então é pq vc vive em uma bolha. E nessa bolha, o mundo ao seu redor é um conto de fadas onde tudo esta harmonioso.

    Passar bem.

    Curtir

    1. Você disse o que eu penso, o voto no Bolsonaro é muito mais um voto anti-sistema, ou anti-“tudo isso que está aí”, do que um voto realmente no candidato. Não tentei difamar ninguém, difamação é quando você mente sobre alguém, e eu só falei verdades. Nenhum fato vai fazer você mudar de opinião, existe uma onda fanática e ela é liderada por Bolsonaro. Não gosto da forma que ele vê as mulheres, os gays e os negros; não concordo com essa ideia de armar toda a população (até crianças!) para combater a criminalidade; não concordo com a redução dos direitos trabalhistas; não concordo com a privatização total proposta por Paulo Guedes; enfim. Eu não concordo, mas não estou atacando ninguém. Sei que vocês, tanto os bolsonaristas quanto os lulistas, estão acostumados a debater utilizando ofensas, mas não é o meu caso. Não vejo Jair Bolsonaro como o salvador da pátria, pra mim ele seria como um pá de cal no país.

      Curtir

  3. Mais um ungido pelo pt e pela esquerda, bela tentativa mortadelas mas não convenceu ninguém, quem é Bolsonaro já está decidido e não muda o voto e não adianta tentar sujar sua imagem, que a cada vez que lemos ou ouvimos coisas desse tipo, nos convencemos que a solução é Bolsonaro e pronto, tchau queridos, o Brasil acordou, é melhor Jair se acostumando.

    Curtir

    1. Não sou petista, não voto no Lula, etc. Bolsonaro está fanatizando seus eleitores, olha o que você está dizendo. Realmente não adianta desconstruir Bolsonaro, que só demonstrar ignorância, vocês continuam o apoiando mesmo sabendo todos esses miticismos, falácias, que ele solta.

      Curtir

      1. O choro é livre, quem seria o candidato ideal então, o Alkimin, a Marina ou Lula ou talvez o Ciro? João Almoedo e Álvaro Dias seriam também ótimos candidatos, mas ainda não decolaram e nessas alturas do campeonato não podemos desperdiçar um voto em que não chegaria nas cabeças, só sobrou mesmo o Bolsonaro com chances reais, depois destes três, o resto é o resto do resto.

        Curtir

  4. Se houve embate na entrevista, foi porque os ”jornalistas” globais nada mais fizeram do que provocar o confronto com perguntas toscas e já repetitivas. Ao invés de perguntar sobre o plano de governo, indagaram coisas que todos os jornalistas esquerdistas já estão fartos de perguntar justamente para que o candidato demonstre irritação e talvez possa se exaltar na resposta. É impressionante o desespero da esquerda diante da iminente eleição de Bolsonaro. Os comunistas de plantão só fazem denegrir a imagem do candidato na tentativa de prosseguir com o projeto de transformar o Brasil e até a América Latina num curral esquerdista, onde apenas alguns se beneficiam do poder e o povo viva na miséria. Já não basta o exemplo da nossa vizinha Venezuela?

    Curtir

    1. Acho que você pode retirar as aspas da palavra jornalistas pois William Bonner e Renata Vasconcellos já ultrapassaram a etapa de provarem suas competências. Bolsonato foi questionado sobre seu governo sim, mas não soube responder. Bolsonaro foi pra entrevista querendo “causar” e quem o apoia vibrou com isso. Resta ver qual foi a percepção dos eleitores indecisos. Você não precisa falar comigo com esse discurso maniqueista pois não sou eleitor do Lula.

      Curtir

  5. Por favor, vamos fazer campanha para esse cara NÃO assumir o Brasil. O país está ruim, mas esse homem não tem nenhuma capacidade de governar. Ele não apresenta nenhuma ideia coerente. Bolsonaro não!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s