“Keim”(em tradução livre, “semente” ou “germe”) é o nome do primeiro livro fotográfico do americano baseado em Berlim Matt Lambert. A obra foi lançada para o dia dos namorados e conta com registros de 2011 a 2014. Lambert usa de uma interpretação poética e muitas vezes niilista da intimidade que abrange abundantemente todas as fotografias.

Seus modelos são majoritariamente magros, brancos e deliberadamente anônimos, com cenas de ejaculação implícita, de beijos ou simplesmente deitados numa cama em pleno meio dia. Esta visão CamBoy é análoga à torção geracional de Lambert sobre a documentação do comportamento sexual dos adolescentes. É o sexo como uma maneira de matar o tédio, a dor, a angústia, os bons momentos e os maus. É a normalização das relações sexuais; normcore em oposição ao hardcore.

 

Curta a página do ‘Acerbo aos Domingos’ no Facebook.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Meu corpo conta uma história da qual ninguém conhece.

12 respostas para ‘Os amantes modernos de Matt Lambert

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s