A chegada da internet facilitou o acesso a materiais pornográficos, mas o que é muito bom para os amantes do pornô, para os estúdios e para os atores é uma dor de cabeça. A disponibilidade de material online gratuito, a pirataria, os vídeos caseiros e o surgimento de novos nomes dispostos a trabalhar por menos coloca o pornô gay profissional em recessão.

O cenário de hoje não é mais tão rentável quanto era há dez anos. JP Dubois, em entrevista para a Dazed, diz que “é definitivamente um mundo mais difícil para todos – os artistas e os estúdios – em que ninguém faz tanto dinheiro quanto eles estavam acostumados, como há muito material livre acontecendo ao redor”.

O lucro dos criadores de pornô gay profissional caiu enquanto a concorrência aumentou exponencialmente. A explosão das mídias sociais, como o Twitter, Tumblr e Instagram, proporcionou mais visibilidade para amadores que estão loucos por uma chance para entrar de vez na indústria. O pornô gay também segue a lei da demanda e da oferta: com o mercado inundado de modelos, há menos trabalho, e com isso, estrelas da pornografia passam a receber bem menos.

Com menos dinheiro girando, estúdios estão se retirando de locais caros como Nova York e Los Angeles e indo para lugares mais baratos como Praga. Por muito tempo os Estados Unidos dominaram a indústria do pornô gay, mas agora atores americanos têm que competir internacionalmente, tudo por causa da popularização maciça de material produzido na República Tcheca e em países do leste europeu.

Antes da chegada da era digital, a distribuição de material pornográfico era principalmente através de DVD’s e existia apenas um inimigo principal, que era a pirataria. Com a vinda da internet, estúdios que se adaptaram a um modelo na web rentável ganharam sobrevida. Os que não, cambaleiam à beira da falência.

Estúdios pornográficos gays têm lutado contra a pirataria online, mas as autoridades parecem não se importar. “Se há um grande blockbuster de Hollywood que vazou, eles têm o poder de ter que derrubar de forma eficiente. Mas as pessoas simplesmente não se importam com a pornografia. Ainda é a pirataria, ainda é fraude e roubo de conteúdo. As pessoas tendem a rir um pouco, mas um filme pode me custar £5000 para fazer. Eu não acho que é muito engraçado que alguém receba-o de graça. “, diz JP Dubois.

Embora recebam menos, ainda há trabalho para os atores pornôs, mas agora a produção tende a ser mais modesta. Iluminação profissional, várias câmeras e equipes de maquiagem, muito presentes na época de ouro do pornô, agora são tidas como dispensáveis.

“Costumava haver um momento em que você tinha uma pessoa de make-up, você tinha iluminação, você tinha várias câmeras”, diz o ator pornô gay Adam Russo. “Era como um estúdio de produção regular. Agora, um monte de vezes eu entro em um lugar e é apenas o diretor com uma câmera e um modelo ou dois. É isso aí. Às vezes há mais câmeras, às vezes, há talvez uma pessoa que poderia me ajudar com a iluminação. Mas é muito raro.”

As mídias sociais também trouxeram a possibilidade de uma maior divulgação dos modelos, a ponto de que alguns criaram uma verdadeira fanbase de milhares de seguidores. O objetivo desses modelos é transformar esses números em dinheiro.

A disponibilidade de pornô gay gratuito na web mudou a dinâmica da indústria. A produção de conteúdo pornográfico, sem dúvidas, vai continuar, mas será preciso uma adequação por parte dos estúdios e dos atores, porque a realidade agora é outra e tende a ficar cada vez mais sombria.

Anúncios
Posted by:Hernandes Matias Junior

Eu acordo cedo nos feriados. O vício da rotina não me permite acordar depois das nove, ao mesmo tempo que a TV me bombardeia sem tréguas com a programação da manhã e me causa sonolência, mas não tédio. Tédio é sentimento de pessoas que não têm inspiração, e isso é o que não me falta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s