Estamos no novembro azul, mês em que dedica-se à luta contra o câncer de próstata. A Sociedade Brasileira de Urologia divulgou dados que 76% dos homens sabem da tamanha importância que tem o exame do toque, mas apenas 32% deles já o fizeram. O principal tabu, claro, é o preconceito em associar o ânus à homossexualidade.

Estou no mundo há 20 anos, o que é bem pouco, convenhamos. Mas desde que aqui estou já detectei essa espécie de boicote ao cu, que não sei quem começou isso, mas gostaria de saber. O ânus ainda é muito associado ao sexo homossexual, e só. O que é uma burrice, pois restringir essa zona erógena é dizer ‘não’ a várias possibilidades.

Diferente do Brasil, onde quando se quer ofender alguém a pessoa manda ir “tomar no cu”, na Grécia Antiga o ânus era muito bem aproveitado, sem julgamentos, quando o intuito era o prazer e não a reprodução. Na Mesopotâmia, o sexo anal era praticado até em cultos religiosos. De lá pra cá, infelizmente, o cu como um todo sofre de forte terror e falso moralismo.

O livro “A Casa dos Budas Ditosos”, obra célebre de João Ubaldo Ribeiro explorou o sexo anal de forma simples e direta. A história é narrada por uma mulher idosa que conta tudo sobre sua vida sexual sem constrangimento:

Primeira coisa: no começo, na iniciação, por assim dizer, tem que ser de quatro, requisito absoluto para a grande maioria. Segunda coisa: tem que dizer a ele que venha devagar. Ou, melhor ainda, dizer a ele que espere a gente ir chegando de ré devagar, sempre devagar. Terceira e mais importante de todas: relaxar, relaxar, mas relaxar de verdade, soltar os músculos, esperar de braços abertos, digamos. É um milagre. Foi um milagre, na primeira vez em que eu segui essa orientação simples. Daí para gozar analmente — não sei nem se é gozo propriamente anal, só sei que é um gozo intensíssimo — foi só mais um pouco de vivência, with a little help from my friends, ha- ha.

Como já diria aquela frase batida entoada por várias pessoas conhecidas, “cu não se pede, cu se conquista”, é um jogo sujo. Tirando ocasiões onde o sexo é pago, receber de tal iguaria é motivo de grande honra.

Dar o cu requer muito cuidado, e comer um cu também. O problema está em achar que a pornografia reproduz a vida real.

O sexo anal nos remete ao sexo selvagem. E como diz Woody Allen, “sexo bom é sexo sujo”.

Os cães cheiram, os gatos lambem e o ser humano o demoniza. Beijo grego, sexo anal, fio terra. Se você gosta, vá em frente.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Meu corpo conta uma história da qual ninguém conhece.

3 respostas para ‘O boicote ao cu

    1. É ridícula a maneira como esse texto torna o ato de dar o cu uma coisa mecânica e grotesca. Primeiro que não só mulheres dão o cu. Segundo que não é apenas a pessoa passiva que deve agir. E, por último, o sexo anal não deve ser tratado como um prêmio, uma vitória ou um tabu.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s