Preciso admitir: eu sou uma pessoa triste. A primeira vez que fiz meu mapa astral eu não levei muito a sério. “Lua em peixes: criativa e emotiva, tristeza é uma das características pessoais”. “Criativo eu sou, mas emotivo e triste? Ah, balela”, pensei. Depois parei para analisar.

Sempre estive triste por alguma coisa. Às vezes com motivo, às vezes sem motivo. Às vezes por causa de uma expectativa que eu criei sabendo que não aconteceria e que me deixaria triste. Às vezes até em um momento feliz eu me sinto triste.

As melhores coisas do mundo são tristes.

As músicas que eu mais gosto são triste. Lykke Li, minha cantora favorita, é um poço de melancolia. Sadness is a Blessing é simplesmente um hino cantado a plenos pulmões aqui em casa. Agora também tem BANKS e FKA twigs pra me acompanhar. Sofro um pouquinho a cada música.

Os filmes que mais me tocam são, não surpreendente, tristes. Dançando no Escuro, Para Sempre Alice, Contracorrente, Weekend. Poderia citar vários, sou um pseudo cinéfilo. Todos triste, melancólicos e angustiantes. Aquele tipo que mexe com você e faz com que você não seja o mesmo depois de assistir.

O Sol é Para Todos é meu livro favorito. Não consigo contar quantas vezes me emocionei lendo esta obra que para muitos é uma espécie de bíblia. Na verdade, é a minha bíblia. A literatura é a que mais me toca. Uma palavra vale mais que mil imagens.

Eu me emociono ouvindo músicas, assistindo a filmes, lendo livros. Me emociono até com uma criancinha brincando no parquinho, como hoje de manhã. Eu sou uma coisa de louco.

Esse texto não é para parecer depressivo ou para comover. Só acho interessante valorizar a tristeza, um sentimento tão comum e abençoado, em um mundo onde as pessoas procuram demonstrar felicidade a todo o momento.

Viva a tristeza, a bênção dos poetas, o estopim da criatividade. É como disse Vinícius, “Que todo grande amor só é bem grande se for triste. Por isso, meu amor, não tenha medo de sofrer. Pois todos os caminhos me encaminham pra você”

Anúncios
Posted by:Hernandes Matias Junior

Eu acordo cedo nos feriados. O vício da rotina não me permite acordar depois das nove, ao mesmo tempo que a TV me bombardeia sem tréguas com a programação da manhã e me causa sonolência, mas não tédio. Tédio é sentimento de pessoas que não têm inspiração, e isso é o que não me falta.

2 replies on “Lua em peixes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s