Entrei no Facebook e me deparei com uma postagem da página da faculdade. Tinha vários likes e comentários. Se tratava de uma foto de uma máquina de comida “modelo americano” que foi posta no hall do bloco V. Na legenda, a faculdade pergunta o que as pessoas acharam, se elas acham legal, se deve ser ampliado, etc. Nos comentários começou-se uma discussão, e como eu não acho que seja tão simples como “compra quem quiser”, resolvi analisar.

Houve uma dualidade nos comentários. Uns acharam o máximo, outros se preocupavam com a saúde, já que a máquina só vende porcarias. Lógico, a maioria amou a ideia e nisso eu percebi o quanto nós somos idiotas. A gente acha vantagem ter uma máquina ao lado da nossa sala vendendo Cheetos mais barato e sem filas. Que Deus nos perdoe.

A faculdade vem cortando gastos no passar dos últimos meses. “Culpa da crise”, eles dizem. Ótimos professores sendo demitidos, consulta com os orientadores de TCC sendo feita apenas em grupo, a qualidade do ensino vem caindo, entre outras coisas. Num contexto tão complexo como este, a faculdade resolve investir em uma máquina que vende pipoca e refrigerante. É pra sentir vergonha alheia(e de nós que estudamos lá) ou não é?

Penso comigo que a instituição está indo no caminho contrário do ideal. Enquanto é sabido que a comida está matando, a faculdade está incentivando o consumo de alimentos que não são nem de longe ideais. Tá certo que compra quem quiser, isso é óbvio, mas espalhar máquinas por aí é mais do que um incentivo. Eu como muito biscoito recheado, mas se colocarem uma máquina de biscoito recheado na garagem da minha casa, eu vou comer ainda mais.

No caso, vejo com os olhos da instituição. Para os alunos que, infelizmente, não têm um dom de problematizar qualquer situação que seja, a máquina é uma ideia muito boa. Mas é um estimulo, incentivo. Colocar uma máquina de comida em cada bloco, com preços melhores e sem filas, é pra falir o restaurante e alimentar o colesterol dos alunos.

Por outro lado, se a máquina de comida vendesse coisas mais saudáveis, seria uma ótima ideia. Você já está cansado de ouvir sobre alimentação saudável, e eu também, mas a gente precisa falar sobre isso. Sanduíches são a primeira coisa que vem a minha cabeça. E vendem, pode ter certeza. Uma colega da sala vende sanduíches naturais, e as pessoas saem dos seus blocos para comprar dela.

Muito provavelmente essa ideia da máquina de comida será ampliada para outros blocos, já que a grande maioria aprovou de imediato. O que choca é a instituição ter o mesmo posicionamento.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Eu sou um protesto contra a insensibilidade.

One thought on “Máquina de comida modelo americano

  1. Eita, alimentação é um assunto sério. Quanto mais terceirizado, menos temos noção do que consumimos, até porque muitas empresas amenizam a quantidade dos componentes, ou se beneficiam da ignorância populacional sobre ingredientes poucos conhecidos, ou põem certos ingredientes e dizem que são outros.
    Eu gosto de comer besteira, mas o problema que até os alimentos “saudáveis” industrializados possuem agrotóxicos, conservantes, ou os são transgênicos. Ai fica difícil, o jeito é cultivar sua própria comida kkkkk
    É ri para não chora.
    Não acho que alimentação não seja um assunto importante, até porque a obesidade mórbida, que é a mais grave, tem se desenvolvido muito mundialmente. E sua origem tem se respaldado em a inatividade física e distúrbio nutricional (o que vale por se alimentar mal), em vez de ser genético ou endócrino (os quais não é culpa da pessoa).
    O que é até um paradoxo, em vista de se incentivar o consumo de tais alimentos, mas ainda impor a perfeição física.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s