Jay-z diz que está tentando “mudar o curso da história” e em seguida faz um brinde com champanhe junto de seus amigos milionários

Tidal é uma ferramenta de streaming lançado esta semana pelo rapper Jay-z e apoiado por diversos artistas, como Beyoncé, Rihanna, Madonna, Taylor Swift e Nicki Minaj. O serviço promete ser o rival do gigante Spotify, porém, diferente do concorrente, o Tidal é exclusivamente pago. Aliás, é tão pago que a mensalidade pode chegar a 60 reais mensais. Até o momento, Jay-z não apresentou motivos para uma pessoa deixar o Spotify, um serviço ótimo que tem sua modalidade gratuita, e ingressar em um serviço absurdamente caro que visa apenas o lucro. Pergunta: Vale a pena? os fãs têm dinheiro? música tem que ser de graça?

Primeiramente devemos deixar bem claro: Jay-z quer dinheiro. Essas frases de efeito “salvar a música” é uma babaquice. Ninguém salva a música com um programa que custa o olho da cara. Ele é milionário, deve limpar a bunda com dinheiro e quer mais.

Os artistas que estão o apoiando também não pensam em mais nada. Por exemplo, não pensam que seus fãs não têm dinheiro para comprar suas músicas. Eu não tenho. Sou fã de Lykke Li, The Knife, Bat for Lashes e TR/ST, por exemplo, e não tenho dinheiro para bancar as músicas que gosto de ouvir. A maioria não têm.

O Tidal faz com que cantores e bandas tenham controle sobre seus trabalhos e sobre o preço do seu trabalho. Muitas vezes, o preço é realmente justo, mas não podemos pagar. Todo o programa, o evento para o lançamento, os artistas, enfim, criam um ambiente de caridade muito estranho. Faz parecer que os artistas estão passando fome, ou algo do tipo. Coisa que não se aplica se pensarmos que Madonna, Rihanna, Beyoncé e Jay-z têm mais dinheiro do que eles possam gastar.

Enquanto artistas já milionários apoiam o serviço para ficarem mais ricos, os novos artistas e até outros consagrados, apoiam o revolucionário e inclusivo Spotify, que além de ser gratuito, divulga o artista e paga formalmente o mesmo pelos direitos das músicas presentes no programa.

Os artistas que apoiam Tidal devem colocar suas músicas para streaming exclusivamente no programa. Novamente, o programa pode custar até 60 reais mensais. Nisso, a maioria que não pode arcar com esta despesa, simplesmente vai recorrer aos sites de download ilegal.

Até agora, pelo menos a propaganda do Tidal está vendendo. Os artistas estão divulgando e foi criada uma hashtag hilária: #TidalForALL. Esse “ALL” significa “todos”, mas esqueceram de frisar que o “todos”, neste caso, se refere apenas àqueles que têm dinheiro.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Eu sou um protesto contra a insensibilidade.

2 replies on “Tidal, o serviço de música para enriquecer os milionários

  1. Não vejo problema na motivação de Jay-Z e os demais envolvidos de querer ganhar dinheiro. O que me incomoda mesmo é, como você concluiu, quererem falar em nome de “todos”, já que não há incentivo suficiente para artistas que já não sejam consagrados.

    Quanto ao Spotify, sem dúvida que é um serviço que tende a crescer cada vez mais, mas falta muito ainda pra que se torne economicamente viável também para os artistas, e nisso a diferença em relação ato Tidal não é assim tão grande quanto possa parecer.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s