Uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes, de 2013, revelou que 92,7% dos brasileiros apoiam a redução da maioridade penal, de 18 para 16 anos. Nesta terra fértil de ignorância nasce a probabilidade da lei realmente ser alterada, pois o Congresso além de atender aos pedidos da população, aumentaria sua popularidade.

Carregada de informações erradas a população brasileira não só apoia a redução da maioridade penal como também agride com um discurso de ódio quem é contra. “Tomara que um de menor mate sua família”. Quando você fala que é contra, você é mal visto como se apoiasse a não responsabilização de qualquer ato criminoso vindo de alguém menor de 18 anos. O ódio é tão grande que é capaz de desejarem a sua morte e de toda a sua família pelo fim da violência.

A maioria dos brasileiros confundem impunidade com imputabilidade. Nós já responsabilizamos maiores de 12 anos por seus atos contra a lei, só que não mandando para a cadeia cheia de criminosos adultos. Essa responsabilização tem como objetivo reeducar e reinseri-lo na sociedade seguindo as regras da mesma. A imputabilidade, segundo o Código Penal, é a capacidade da pessoa entender que o fato é ilícito e agir de acordo com esse entendimento, fundamentando em sua maturidade psíquica. O ECA prevê seis medidas educativas: advertência, obrigação de reparar o dano, prestação de serviços à comunidade, liberdade assistida, semiliberdade e internação. Porém, esta lei existe mas não é cumprida. Ao invés de reduzir a maioridade penal, por que não colocar em prática uma medida que já deu certo em tantos outros países?

Reduzindo-se a maioridade penal, o número da população carcerária brasileira aumenta. Nosso sistema prisional já não suporta mais pessoas e ele não tem cumprido seu objetivo social de reeducar, muito pelo contrário, muitas vezes quando alguém é preso e depois liberto, ele volta para a sociedade ainda pior. O Brasil têm a 3º maior população carcerária do mundo, e se cadeia fosse a solução, nós seríamos exemplo.

Nesta idade, entre 12 e 18 anos, é onde a criança forma seus valores. Colocando-a em uma cela com presos adultos, autores desde assassinatos até estupros, é como colocá-la numa universidade do crime.

Diferente do que a maioria pensa, a redução da maior idade penal dos 18 para 12 não ajuda em nada. Isso é tratar o efeito, não a causa. É como varrer  a poeira debaixo do tapete. A constituição brasileira assegura nos artigos 5º e 6º direitos fundamentais como educação, saúde, moradia, etc. Com muitos desses direitos negados, a probabilidade  do envolvimento com o crime aumenta, sobretudo entre os jovens. O maior problema do Brasil é a desigualdade social.

Além de tudo e diferente do que se é visto em jornais, o Brasil não está em desequilíbrio se compará-lo a maioria dos países. A maioridade penal ser de 18 anos é uma tendência mundial. Órgãos como o UNICEF, OEA, CONANDA, CRP e OAB se colocam contra a redução da maioridade.

É preciso tratar a causa, e não o efeito. Como já dito, se cadeia fosse solução, o Brasil seria um exemplo.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Eu sou um protesto contra a insensibilidade.

49 replies on “Contra a redução da maioridade penal

  1. Herds, normalmente frequento blogs e forum para discussões a respeito de temas polêmicos sempre se ensina algo e sempre se aprende algo e encontrei o seu blog mas sinceramente não vou voltar a postar aqui não pela polêmica mas pq em todos que li não vi um único posicionamento seu que me parecesse original são apenas cópias menos elaboradas da cartilha do PT e nada mais. Falta-lhe leitura a respeito dos temas para que possa formar uma opinião genuína a respeito dos temas ao invés de ficar repetindo bordões do PT a respeito de tudo. Vi até uma certa dificuldade sua em entender o que as pessoas postavam em seu blog se não fosse um elogio sempre repetindo para que o texto fosse lido novamente, lembrei-me de testemunhas de Jeová em minha porta chacoalhando a bíblia como se ali constasse a verdade absoluta e incontestável de um fato. A internet é livre e vc tem todo o direito de postar sua pregação petista então farei o que me é também de direito e vou para outros blogs.

    Curtir

    1. Fiquei meio chocado com todos os seus comentários que postou em cada publicação. Para você, todos que tem um posicionamento mais de esquerda, está ligado/ sendo pago pelo PT. Infelizmente, não recebo 70 mil reais por mês para escrever qualquer coisa, como alguns caras aí. Muito pelo contrário, escrevo porque gosto, estou começando agora. Você é contra a legalização do aborto, você é contra as cotas raciais e também é a favor da redução da maioridade penal. Ou seja, o contrário de mim. A diferença é que eu coloquei ali meus argumentos, sem tender para partido algum, isto não é algo partidário. Além do mais, me indica mais leitura. Já leio muito e quero ler ainda mais mesmo. Mas é irônico, alguém com seu posicionamento questionar a intelectualidade do outro. Realmente, este blog não é para você.

      Curtir

  2. Criminoso é criminoso, não importa a idade. muitas ”crianças” se aproveitam, porque sabem que não serão presos para fazer o que bem entender com o próximo. Agora me diga uma ”criança” de 16 anos quando mete uma facada em alguém a lei diz que ele não sabe o que estava fazendo, mas chegue perto dessa mesma ”criança” com apenas um pequeno alfinete para ver se ela não vai saber que aquilo pode machucar. Apoiar a impunidade da violência de uma ”criança” é incentivar a continuar violento na maioridade. 16 anos ainda acho pouco, o mínimo deveria ser 15 e se for 16, apenas 1 ou 2 anos de diferença para outro penitenciário maior de de idade teria pouca significação

    Curtir

      1. se não resolvesse não precisaria de cadeias para adultos também, todos na adolescência já tem uma noção de ”se eu fazer tal coisa vou para cadeia”, e já tem noção do que acontece dentro de uma cadeia, traduzindo se eu fizer, eu já to sabendo que vou me lascar, porque farei então? a criação de cadeias somente para menores também seria uma boa (para que nenhum assassino de 16 fique com um assassino de 40 e nem um estuprador de 16 com um de 40 ou mais, o crime e o dano ao próximo é igual, só muda a idade) uma cadeia somente para menores para cada estado seria suficiente para que as ”crianças” comecem a pensar: eita agora não posso mais, é melhor eu estudar e fazer as coisas certas

        Curtir

  3. Uma coisa que ninguém comentou aqui é que essa problemática toda envolvendo menores é fruto da falta de um programa rigoroso de planejamento familiar, para não dizer controle de natalidade. 99,999% dessas “crianças” que cometem crimes são oriundas de famílias extremamente pobres e numerosas, Favelados que não teriam condições de ter um filho se quer os tem as borbotões, eis aí o cerne do problema e o governo faz justamente o contrário incentivando a natalidade com suas bolsas absurdas.

    Curtir

  4. Eu tenho um pensamento muito simples em relação à isso: os menores infratores devem pagar pelos seus atos, sim. Mas em uma unidade especializada e focada na recuperação da criança ou do adolescente. Colocar menores em meio a adultos criminosos não é o certo, não é ideal e não é inteligente. Não precisa pensar muito pra saber isso.

    Curtir

  5. As pessoas são cegas, nós poderemos ficar citando todos os motivos do mundo contra a redução da maioridade penal que elas simplesmente não ouvirão, elas não querem ouvir, elas querem vê-los na cadeia, de preferência pela vida inteira. Ninguém aqui concorda com a violência cometida por menores, isso é ÓBVIO, dá pra entender? Será que é tão difícil assim?

    Curtir

  6. Sou assistente social e posso afirmar que prender menores não resolve nada, porque o tratamento que eles terão na prisão não é o adequado. É muito mais fácil recuperar um menor infrator do que um adulto. E cadeia é sim para recuperar. Fico muito espantada com tanta gente defendendo a redução da maioridade penal, sendo que não é benéfica. Tentem olhar a situação não só no presente, mas sim no futuro.

    Curtir

  7. Vamos parar com essa UTOPIA de “re educar” menores bandidos…assim como os bandidos maiores, esses lixos simplesmente não tem recuperação !!! Vamos parar com ilusões.

    Curtir

  8. Beleza deixa o menor matar e roubar impune ate os 18 anos, depois prende ele (y)
    Aposto que quem defende nunca foi assaltado nem teve parentes assaltados ou feridos por menores… vivem na bolha do condominio fechado e não sabe o que acontece na vida real… Ta com dó leva pra sua casa FDP…

    Curtir

  9. São 2.000 mortes! leia-se DUAS MIL MORTES de inocentes todos os anos por menores de idade que ficam no máximo 2 anos em institutos correcionais com piscina e tudo do bom e do melhor, saindo de lá tem a ficha limpinha mesmo tendo estuprado e matado com requintes de crueldade como o champinha ou o caso do joão hélio que foi arrastado por 2 km.

    Esse tipo de distorção social gera impunidade e cada vez mais deixa esse menores bandidos com vontade de tentar crimes novos como botar fogo em pessoas vivas ( como aconteceu com o dentistas no litoral de SP) pois sabem que vão se safar.

    O que mantem bandido longe da cadeia é o medo de passar metade da vida nela, com o rodizio que temos hoje e tanta redução de pena, bandido, ladrão e assassinos ficam no máximo 3 anos presos. contra média de 30 anos nos EUA. Por isso somos uns dos países mais violentos do mundo onde a impunidade reina.

    Curtir

    1. Tive que responder seu comentário, e concordo totalmente com você. Agora ser contra uma opinião é ter ‘ódio’. Se ser contrária a passar a mão na cabeça de malandro é ter ódio, então eu tenho sim. E muito. Existem pessoas que não querem ser curadas. Tem gente que gosta SIM de ser malandro, de querer passar a perna nos outros e isso existe desde que o mundo é mundo. É triste ver que tem gente que defende esse tipo de pessoa ao invés de defender um pai de família que rala um bocado pra manter a casa enquanto tem “espertinho” que passa a mão em todo mundo e não acontece nada.

      Curtir

  10. Hernandes, quantas crianças recebem educação e oportunidades e ainda assim são criminosas? Ser pobre ou humilde não dá direito de se ligar ao tráfico ou crime, de levar uma vida criminosa. E você cita crianças os jovens de 16 anos… tá de sacanagem, né? Com 16 anos já se tem consciência de tudo o que é certo ou errado na vida. Um jovem de 16 anos pode votar e não responder por crimes que comete? Realmente não sei qual é este país em que vivemos.

    Curtir

  11. Agora ninguém pode ter opinião que tem ódio? Você tem todo direito de ser contra a diminuição da maioridade, mas eu e tantos outros temos o mesmo direito de ser a favor. Ao contrário do que acha sou estudado, leio bastante, tenho filhos adolescentes e sempre ensinei a eles a respeitarem todas as pessoas, mas não posso obriga-los a não seguirem um caminho que não é certo, porém se optarem por isso devem arcar com as consequências.

    Curtir

  12. NÃO SEI EM QUE UNIVERSO VCS VIVEM! MÁS COM CERTEZA NÃO É ESSE QUE ESTÁ A TERRA E PRINCIPALMENTE O BRASIL!!! COM CERTEZA A VIOLÊNCIA QUE ACONTECE HOJE, NUNCA DEVE TER TOCADO NEM EM VCS E NEM NAS VOSSAS FAMÍLIAS, POIS, SE ISSO JÁ TIVESSE ACONTECIDO, A OPINIÃO DE DEFENDER BANDIDOS QUE VCS TANTO PROTEGEM, MUDARIA INSTANTANEAMENTE!!! ESSAS INSTITUIÇÕES QUE VC CITOU, INCLUSIVE E PRINCIPALMENTE OS DIREITOS DOS “MANOS”, DEVERIAM SE ENVERGONHAR E TER VERGONHA NA CARA, POR DEFENDER BANDIDOS!!!! UM JOVEM HOJE DE 12 ANOS SABE MUITO BEM O QUE FAZ, E NÃO VENHA COM ESSE ECA, PQ COMO JÁ DIZ O PRÓPRIO NOME, “ECA” DA NOJO, ASSIM COMO PESSOAS COMO VCS!!!! BANDIDO É PRÁTICA O ATO E QUEM DEFENDE BANDIDO TAMBÉM O É.

    Curtir

    1. Muito pelo contrário, ser contra a redução da maioridade penal é querer menos violência. Existe um forte mito sobre nós que somos contra, dizendo que nós queremos que os menores infratores não sejam punidos por seus atos. Nada disso. Atualmente existem cerca de 20 mil menores em unidades de internação. Na prática, a perda de liberdade é a mesma. Mas lá eles não estarão em contato com bandidos adultos e têm um tratamento adequado para a idade deles, para sua reinserção à sociedade.

      Curtir

  13. A redução da maioridade penal já foi testada em diversos países e não deu certo em nenhum. Os jovens que são presos, quando saem, voltam a cometer crimes. É sabido que o sistema penitenciário brasileiro é falho, não suporta tantos presos. Só não vê quem não quer.

    Curtir

      1. Mais uma falacia, nos últimos 20 anos, evoluímos em educação, saúde e índices sociais na média de 200%, agora a violência evoluiu em 800%… Explica ai sabichão. Se não tiver punição vai haver crime em qualquer comunidade seja aqui ou na Noruega(esse com melhores índices do mundo de educação tem maioridade 16 anos)

        Curtir

  14. Essa redução da maioridade penal é questão de populismo. A maioria das pessoas não leem, não se informam, não têm argumentos. Muito pelo contrário, a maioria te ataca. Elas enxergam em nós, que somos contra a redução, pessoas que são a favor da violência e que queremos que os menores sejam IMPUNES pelos seus atos, quando na verdade não é isso. Existem métodos sócio educativos para isso. Nós estamos falando de menores infratores e queremos que eles se tornem pessoas de bem. Que eles sejam inseridos na sociedade. Parabéns pelo texto.

    Curtir

  15. Infelizmente as pessoas não querem entender o que levou a criança ao crime e o que será dela na fase adulta. Dá nojo alguém dizer que deveriam prender com 14 anos. A falta de leitura e o discurso raso dos que são a favor da redução da maioridade penal é algo chocante e alarmante. Os brasileiros estão cada vez mais ignorantes.

    Curtir

  16. Que triste ver um texto desse. “Nesta idade, entre 12 e 18 anos, é onde a criança forma seus valores.” Antes mesmo dos 18 anos já tem gente com cabeça pronta, brother. Não importa se você tem 10, 15, 50 anos, todo dia você aprende algo novo pra sua vida, a diferença é o que você vai fazer com isso. Quantas mães pobres criam seus filhos no sufoco, pra daqui uns anos ter que amarrar ele no pé da cama porque não consegue se controlar sem droga, sem roubar, etc. Tem que prender sim, tem pessoas que nascem pro crime, e tem pessoas que não se arrumam e não querem ser arrumadas. Veem no crime uma forma mais fácil de “subir na vida”, e não importa o que seja dito o pensamento não muda. Eu tenho pena de pai de família que sai pra trabalhar e é assaltado por marginal, eu tenho pena de uma mãe que chora porque seu filho roubou sem motivo, eu tenho pena da família da moça que foi estuprada e morta, tenho pena de quem tenta crescer na vida sem passar por cima dos outros e em algum momento infelizmente se depara com um ser humano desses. Não tenho pena nenhuma de criminoso, porque quando o cidadão de bem é prejudicado por um desses, infelizmente que ainda consegue sair por cima é o criminoso.

    Curtir

    1. Não acredito que algumas pessoas nasçam para o crime e que outras pessoas nasçam para serem boas. Ninguém aqui está defendendo a impunidade aos menores que cometem crimes. A lei existe, mas não é aplicada. O Brasil é o 2º país que mais prendeu em 15 anos. Você não está querendo justiça pelas famílias prejudicadas por menores, você está, sim, com ódio. O que o Brasil precisa é de educação.

      Curtir

      1. Infelizmente, você não tem argumentos sólidos. Ser contrária ao seu argumento não me faz ter ódio. Eu não consigo entender como uma pessoa pode ter compaixão por um bandido mas não ter compaixão por uma família que foi prejudicada por ele. Bandido aqui no Brasil passa na frente da fila do hospital, recebe auxílio de todas as formas, e ainda é sustentado lá dentro da cadeia por nós, meros mortais. Precisa sim de educação, e porque não investir nisso?? Porque não fazer o cara da cadeia trabalhar pra se sustentar, ao invés de tirar do salário do trabalhador? Eu não consigo entender isso.

        Aliás, os EUA tem a maior prisão carcerária do mundo, mas lá o processo é bem diferente 🙂

        Curtir

  17. Que opinião de merda comunista, hein?! Que maluco otário! Cadeia não é para educar, nem recuperar. Cadeia é pro otário sofrer. Espero que você tome um tiro na cara de um menor e depois volte a escrever um textinho escroto desses.

    Curtir

    1. O não debate causa comentários como este. “Espero que você tome um tiro na cara de um menor e depois volte a escrever um textinho escroto desses”. Eu não. Eu espero que você nunca sofra qualquer coisa vinda de um menor, ou até mesmo adulto. Não é desta forma que se discute. Isto é ignorância, ódio e infantilidade.

      Curtir

  18. Não interessa a idade. Se uma criança/ adolescente tem coragem de matar uma pessoa, a sangue frio, é porque não presta e PONTO FINAL. Não tem mimimimi não. Ou é bom ou ruim. Se teve coragem de empunhar uma arma de fogo, uma faca, um canivete, seja lá o que for, sabe bem que pode machucar. Mesmo assim, machuca, fere e mata… EU sempre fui orientado por meus pais do que podia e do que não podia. A escola também me ensinou, e o que nem pai e nem escola ensinou, aprendi na prática, filtrando o que é bom e ruim; colocando-me no lugar do outro e analisando se o que eu faria ao outro se eu gostaria que me fizessem. Não tem mimimi coisa alguma. Matou, tem que prender e se faz isso de pequeno é porque se tornará um câncer da sociedade para infernar a vida daqueles que querem viver dentro da lei e da harmonia. Chega de tanto blablabla, a verdade é essa e quem não a enxerga é cego.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Esse sim é um pensamento da extrema-direita e de jovens com pouca leitura. Novamente essa visão de jovens assassinos criados pela mídia. Uma criança de 15 anos é presa, passa anos na cadeia e depois sai. Como esta criança vai se reinserir na sociedade tão preconceituosa como a brasileira? Não use “mimimi” como argumento. Raciocínio se debate com raciocínio. E fico feliz por você ter seus pais, sua família e nunca ter precisado roubar para comer ou traficar para levar dinheiro pra casa.

      Curtir

      1. Nossa, extrema-direita? UAHEUAHEU me dá nojo ver comentários desse tipo. Nunca me esqueço do caso do adolescente que matou um universitário e não foi preso porque faltavam algumas horas (ou alguns dias) para fazer 18 anos. Lamentável, mais triste ainda deve ter sido pra família ver um marginal desse solto. “Criados pela mídia”, a mídia criou o que? Não se cria algo que já é verdade, quando eu saio na rua não tenho medo da mídia, tenho medo de bandido. Defender esse tipo de gente é nojento. Roubar pra levar dinheiro pra casa? Olha quanta gente se supera, tem gente que passa em vestibular lendo livro que foi tirado do lixo, e voce me vem com esse papo de que PRECISA traficar ou roubar pra levar dinheiro pra casa.

        Curtir

  19. Você faz um pensamento simplista onde no seu universo todos os menores são pobres, sem escolaridade e vitimas da sociedade perversa que quer acabar com o problema superficialmente.
    Porém analise comigo, amplie esse teu universo, se um menor rico bem instruído cometer um crime, esse não teria nenhum desses teus argumentos validados, trataria ele de forma diferenciada?.
    Ou um “menor ” com 17 anos e 10 meses que cometa um sequestro com estupro seguido de morte e latrocínio, tenha regalias de uma lei defasada como ECA e o trate diferente de um “maior” de 18 anos e 1 mês que cometa o mesmo delito .
    Toda essa discussão seria resolvida sem realmente baixar a maioridade, porem com uma pequena alteração da lei.
    O “menor” infrator, seja de 17 , 14, 10 anos cometa um crime seja julgado como adulto, e na dosimetria da lei , ele cumpriria esse período como adulto. Ou seja um crime que cometa e tenha uma punição máxima de 30 anos, ele tivesse qualquer idade, ele cumpriria sua pena até ter 18 anos em regime especial, e apos esse período automaticamente seria transferido para um presidio ou penitenciaria pra cumprir o resto de sua pena. Sem essa besteira de ao completar 18 anos ter sua ficha limpa e ingressar a vida adulta como qualquer outra pessoa que nunca cometeu sequer um crime.
    Isso sim é injustiça, tratar desiguais igualmente, ter uma ficha limpa sem condenações após fazer 18 anos como outra pessoa integra e correta e respeitador da lei.
    Lembre-se tratar iguais igualmente e desiguais desigualmente, ou seremos pra sempre protecionistas de ideologias esquerdistas de vitimização de bandidos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Edu, não é em meu universo. A grande maioria dos menores infratores são de famílias pobres, sim, e na minha opinião não se pode criar conceitos com base em exceções, como no caso de menores infratores de famílias ricas. Como eu disse, a maioridade penal de 18 anos é tendência mundial, o Brasil não está desajustado, como a mídia passa para os telespectadores. Novamente como eu disse, prender menor não diminui a criminalidade. Ponto. Não diminui. Existem muito mais crianças vítimas do que crianças agressoras, mas a mídia sensacionalista distorce tudo para ganhar audiência. Isso você sabe, eu sei e qualquer um que leia e se informa sabe. O que se precisa é de educação, saúde e renda.

      Curtir

      1. Meu amigo você pontua suas colocações como se verdadeiras fossem e te garanto não é o caso.
        Você se confunde , não existe como tratar um problema final com uma solução que deveria ser implantada no começo.
        Ex. dar educação para marginais. Essa solução alem de infrutífera seria ridícula.Agora se você se refere a uma mudança de paradigma onde o Estado da uma educação digna, condições de se progredir em uma carreira, não necessitando de esmolas das bolsas de auxilio, isso eu concordo e apoio. Mas seria uma ação para contemplação futura, deve ser apoiados em uma mudança no paradigma dessa educação Gramscista impregnada no meu Brasil. Essa pedagogia freireana imposta por estes esquerdopatas forjam cidadãos imbecilizados e imediatistas. Unica solução seria a volta da educação tradicional onde o individuo era retirado de seu meio e era lhe ensinado a vastidão do conhecimento e pensamento universal, o levando a questionamentos e a um pensamento critico.
        Ser pobre não é demérito para ninguém, muito menos justificativa plausível e aceita pelos doutrinadores esquerdistas como fator principal para o resultado dessa epidemia de menores marginais. Meu Pai era filho de borracheiro, morava de aluguel mal tinha o que comer, nunca cometeu sequer um crime. Ele tinha pensamentos próprios, discernimento, educação dada por seus pais, Educação esta que vem de berço, nunca deve ser obrigação de Estado. O Estado somente fornece conhecimento, O termo “educação” é confundido aqui. a responsabilidade por estes marginais começa na família desestruturada, pais relapsos e sem a menor condição de fornecer a educação ( e aqui me refiro a valores) a seus filhos, os pais são ensinados a sentar a bunda em uma televisão e assistir BBB, gugu, faustão. são estimulados a procriarem para um possível aumento do bolsa família. Trabalhar? pra que, se o governo tem obrigação de fornecer tudo. Estudar pra que? perda de tempo.Questionar o status quo? Nunca, isso é coisa das elites brancas e dos coxinhas de direita.
        Quando você se referia ao fato de “prender menor não diminui a criminalidade e ponto” seria baseado em que? qual sua fonte para tão conclusão tão enfática. Saiba que nos países desenvolvidos ( Coisa que o Brasil nunca será, está mais para 3° mundo ou resto como queira) a coerção para qualquer tipo de infração, crime ou conduta é punida rigorosamente, você conhece a teoria “Janela Quebrada” , O estudo dessa teoria aponta a relação de causalidade entre a criminalidade e as questões sociais como “segregação social” ou pobreza são menos importante do que a relação entre criminalidade e desordem.
        Essa historia de tudo é culpa da mídia só cola com esquerdinhas, enxergar os PIG´s ou querer o controle e regulação da mídia é a forma encontrada por governos totalitários encontram de remove os últimos obstáculos no seu caminho de intento de poder absoluto, se Deus quiser nunca o farão. Porem já tentam mas estaremos sempre combatendo isso.

        Curtir

  20. Eu não consigo entender uma coisa, a criança é um menor abandonado, carente, não tem onde morar, não tem o que comer e lógico este deve ser protegido pelo ECA. Agora o mesmo que acabei de mencionar, lógico não todos, consegue uma arma de fogo, e sai atirando nas cabeças de quem encontra na rua, as vezes no coração e sem mencionar que estupra e leva 3(três) meses de detenção sócio educativa. Quer dizer que minha vida só vale estes três de punição ? se é que podemos chamar de punição? Resumindo: aqueles que matam devem ser tratados como criminosos sim! temos que parar de passar a mão na cabeça de bandido, e tinha que reduzir para 14 anos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vildo, você está levando para o lado dos psicopatas. A redução da maioridade penal se aprovada, não vai prender apenas menores que praticam crimes mais pesados, mas também menores que praticam crimes “leves”. Isso que você está propondo não é justiça. É vingança. Mas não é só você. A sociedade é hipócrita, sem compaixão e têm ódio. Para a maioria, o ideal seria se a criança já nascesse presa e fosse liberta aos 21 anos por bom comportamento.

      Curtir

    1. Também não concordo com a pena de morte. Essa sentimento de prender crianças não é querer justiça, é querer vingança. Mas eu entendo, é muito mais fácil colocar criança na cadeia do que dar educação, saúde e oportunidade a ela.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s