Achar a educação no Brasil péssima é praticamente unanimidade. E é péssima mesmo, mas ninguém vê que todo esse fracasso que se arrasta há anos não é culpa somente do projeto proposto pelo governo. A sociedade é tão culpada quanto. No último ENEM quase 600 mil alunos foram pegos de surpresa pela Peppa Pig e tiraram zero na redação. Onde erramos?

Eu fui aluno de escola pública, e fico muito confuso, porque minha escola não era ruim. Claro, havia deficiências como em Física e Química, e as aulas não rendiam tudo o que podiam, mas por causa dos alunos que não acompanhavam. Fora isso, era boa. Mas os alunos não queriam estudar, iam pra escola torcendo para o professor ter faltado, isto é típico de alunos de escolas públicas, e assim fica difícil. É como colocar um aluno na USP, melhor universidade do Brasil. Se ele não quiser aprender, não importa o local que ele esteja, não dará em nada.

O projeto de que se um aluno é reprovado em uma matéria ele deve cursar todas de novo é algo ultrapassado. Isso gera desânimo, abandono dos estudos. Nestes casos seria ideal o projeto usado no ensino superior, em que o aluno deve cursar novamente a matéria que ele foi reprovado. Isso diminuirá o abandono do ensino médio. Os mais conservadores fazem várias críticas a este modelo, mas é típico de pessoas medianas que não aceitam coisas novas.

O modelo é ruim, mas a sociedade contribui em algo? Não. Acontece que as famílias terceirizam a responsabilidade de educar seus filhos totalmente para as escolas. Não há um acompanhamento e quando há cobrança, é uma cobrança errada.

Me lembro que a cada bimestre havia uma reunião e a entrega do boletim dos alunos para os responsáveis pelos mesmos. Minha não nunca ia. Eu só conseguia pegar meu boletim quando a mãe de algum colega fazia esse favor para mim e a diretora permitia, pois minhas notas não eram ruins. Fora isso, meu boletim ficava para ser pego no bimestre seguinte, quiçá no final do ano.

Também me lembro de uma vez, no ensino fundamental, que eu precisava sair mais cedo da escola, e minha mãe ligou para a secretaria para me liberarem. Perguntaram para ela de que série eu era. Ela não soube.

Independente disso tudo, acho que consegui absorver bem o que eu tinha acesso. Acho que quando o aluno quer aprender, ele busca informação, não importando se ele é aluno de uma escola privada ou pública, se ele busca, ele consegue.

Há uma deficiência enorme no nosso método de ensino, mas o desinteresse, falta de compromisso de desdém dificultam ainda mais o que já é terrivelmente difícil.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Eu sou um protesto contra a insensibilidade.

2 replies on “Fracasso da educação não é culpa só do projeto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s