Todos acompanhamos as notícias do brasileiro Marco Archer, condenado a morte por fuzilamento na Indonésia por tráfico de drogas.

Sou contra a pena de morte, acho uma medida muito extrema, ainda mais por fuzilamento. Talvez seja porque no Brasil não somos acostumados com medidas tão drásticas de combate ao crime. Acontece que Marco foi traficar em um país que utiliza esta pena de morte e esta mesma pena é apoiada pela maioria da população do país.

Até a presidenta Dilma entrou no meio para pedir clemência, recorrendo ao presidente da Indonésia, a embaixada e até ao Papa. Arrumou-se uma situação constrangedora envolvendo os dois países, tudo isso por uma pessoa que não era nenhum herói, nem honrava o nome do nosso país.

A imprensa brasileira sensacionalista como sempre, usa de manchetes todos os dias sobre o fuzilamento para conseguir audiência, fazendo matérias até desnecessárias, sobre para onde irão as cinzas de Marco, ou até mesmo entrevistas com pessoas que conheciam o traficante, pessoas que nem da família são.

Marco já está morto, cremado e a família já está conformada. Chega de notícias sobre este assunto que não tem porquê ser lembrado. Ele não era herói, era traficante.

Anúncios
Posted by:HERNANDES

Eu sou um protesto contra a insensibilidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s